GIBITECAS ESCOLARES: UM AMBIENTE PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES

Ida Conceição Andrade de Melo, Valéria Aparecida Bari, Joyce Dayse de Oliveira Santos

Resumo


Verifica a relação entre as gibitecas escolares e as possibilidades pedagógicas e informativas de sua presença nas escolas brasileiras. As gibitecas são acervos de histórias em quadrinhos, com a gestão voltada para a formação de gostos e hábitos leitores. A pesquisa tem caráter bibliográfico, qualitativo e exploratório, resultante de um levantamento de projetos e trabalhos que utilizaram as gibitecas na formação de leitores nas escolas. Além da trajetória histórica dos quadrinhos no Brasil e de suas características de linguagem e da utilização paradidática desse recurso, buscou-se identificar, nos projetos e trabalhos selecionados, a equipe multidisciplinar. A pesquisa confirma a hipótese de que as gibitecas são ambientes de informação que se constituem como recurso didático-pedagógico na formação do leitor e na proficiência em leitura, principalmente entre os alunos em processo de alfabetização.


Palavras-chave


Gibiteca escolar; Histórias em quadrinhos; Formação do leitor

Texto completo:

PDF

Referências


AUGUSTO, José Carlos. A vida fluminense, “folha jogo-séria-ilustrada” (1868-1875). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 32, 2009, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2009. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2009/resumos/R4-1235-1.pdf. Acesso em: 12 jan. 2021.

BALLMANN, Fábio. A nona arte: história, estética e linguagem de quadrinhos. Tubarão, SC: Universidade do Sul de Santa Catarina, 2009.

BARI, Valéria Aparecida. Leitura escolar e histórias em quadrinhos: fruição intelectual, criatividade e formação de gostos de leitores. Nona Arte, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 25-33, 2012. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/nonaarte/article/view/99715/0. Acesso em: 19 jan. de 2021.

BARI, Valéria Aparecida. Maurício de Souza: criador de leitores. Conhecimento Prático: Língua Portuguesa, v. 8, n. 67, p. 24-33, 2017. ISSN: 1984-3682. Disponível em: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/13918. Acesso em 6 fev. 2021.

BARI, Valéria Aparecida; BISPO, Isis Carolina Garcia; SANTOS, Melânia Lima. A biblioteca escolar como espaço de lazer cultural e formação do leitor. Convergências em Ciência da Informação, v. 1, n. 2, p. 49-56, 2018. Disponível em: https://www.revista.ufs.br/index.php/conci/article/view/10211. Acesso em: 15 de janeiro de 2021.

BARI, Valéria Aparecida; RODRIGUES, Raul Felipe da Silva. Contexto da contribuição de Cândido Aragonez de Faria na modernização das diagonais barrocas. Literartes, v.1, n.8, p. 259-282, 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/literartes/article/view/143998 . Acesso em 22 jan. 2021. DOI: 10.11606/issn.2316-9826.literartes.2018.143998.

BARI, Valéria Aparecida; VERGUEIRO, Waldomiro de Castro Santos. Biblioteca escolar, leitura e histórias em quadrinhos: uma relação que se consolida. 2012. Disponível em: http://200.20.0.78/repositorios/handle/123456789/77. Acesso em: 22 de janeiro de 2021.

BARI, Valéria Aparecida; VERGUEIRO, Waldomiro. Emoção e Rebeldia: Formação de Gibitecas na Biblioteca Escolar. In: XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação: Sistemas de Informação, Multiculturalidade e Inclusão Social. CBBD. 2011.

BRASIL, MEC. Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Brasília: MEC/SEF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em 6 fev. 2021.

BRASIL, MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN (5ª a 8ª séries). Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/pnaes/195-secretarias-112877938/seb-educacao-basica-2007048997/12657-parametros-curriculares-nacionais-5o-a-8o-series . Acesso em 6 fev. 2021.

BRASIL, Ministério da Justiça. Novo Manual da Classificação Indicativa. Brasília: Ministério da Justiça, 2006. Disponível em: https://www.andi.org.br/publicacao/manual-da-nova-classificacao-indicativa . Acesso em 6 fev. 2021.

BRASIL, Presidência da República. Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990: Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA -- e dá outras providências. Brasília: Palácio do Planalto, 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em 6 fev. 2021.

CAGNIN, Antonio Luiz. Os quadrinhos: linguagem e semiótica: um estudo abrangente da arte sequencial. 1 ed. São Paulo: Criativo, 2014.

CARDOSO, Athos Eichler (org.). As aventuras de Nhô-Quim e Zé Caipora: os primeiros quadrinhos brasileiros, 1869-1883. Brasília: Senado Federal, 2013. 202 p.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999. Disponível em: https://biblioteca.isced.ac.mz/bitstream/123456789/707/1/M%C3%A9todos%20de%20Pesquisa%20Social.pdf. Acesso em: 20 de janeiro de 2021.

FERREIRA, Shirley dos Santos. A Biblioteca Escolar como ambiente social na formação do leitor. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia e Documentação) – Universidade Federal de Sergipe. São Cristóvão, 2014. 58 p. Ilust. Disponível em: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6755. Acesso em 6 fev. 2021.

MELO, Ida Conceição Andrade de. Histórias em Quadrinhos como objeto de pesquisa na Ciência da Informação no Brasil. 2020. 100 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia e Documentação) –Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2020. Disponível em: https://ri.ufs.br/handle/riufs/2140. Acesso em 15 de janeiro de 2021.

NOGUEIRA, Natânia Aparecida. As histórias em Quadrinhos na Escola: práticas que ultrapassam fronteiras. Leopoldina: ASPAS, 2017.

SANTOS, Mariana Oliveira dos; GANZAROLLI, Maria Emilia. Histórias em quadrinhos: formando leitores. Transinformação, v. 23, n. 1, p. 63-75, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-37862011000100006&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 20 de janeiro de 2021.

SILVA, Edileusa Regina Pena da; SILVA, Thais Caroline Souza. Gibitecas em unidades escolares: visão dos alunos do Ensino Fundamental da Educação de Jovens e Adultos. In: Anais do Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação-FEBAB. 2013. p. 3786-3801. Disponível em: https://anaiscbbd.emnuvens.com.br/anais/article/viewFile/1531/1532. Acesso em: 19 de janeiro de 2021.

VERGUEIRO, Waldomiro; SANTOS, Roberto Elísio dos (org.). O Tico-Tico: centenário da primeira revista de quadrinhos do Brasil. São Paulo: Ópera Graphica, 2005. 256 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Simpósio Internacional de Educação e Comunicação - SIMEDUC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.