FORMAÇÃO DE PROFESSORES E TECNOLOGIAS SOB UMA PERSPECTIVA FREIRIANA

LUIZ CLAUDIO CORREIA DOS SANTOS

Resumo


A temática de formação de professores é imprescindível para os profissionais da educação, pois perpassa desafios, mudanças e políticas públicas que envolvem o profissional do magistério e seus saberes docentes. Com esta premissa, o presente texto discute, sob a ótica freiriana, a ideologia e as contribuições de Paulo Freire sobre ser professor e, consequentemente, a respeito da formação de professores, enfatizando o papel das novas tecnologias. É um texto de cunho bibliográfico e qualitativo baseado em obras de Freire, (1980, 1995, 2000, 2001, 2018 e 2019). Diante das discussões e leituras, chega-se à conclusão de que há necessidade e urgência de o professor obter uma formação sólida e constante. O docente deve se conscientizar de que a ele cabe também a tarefa de ser um mediador de modo a colaborar para a (re)construção do conhecimento.

Palavras-chave


Formação de professores; educação e sociedade; tecnologias; saberes docentes.

Texto completo:

PDF

Referências


FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 62. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2019.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 39. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2018.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Unesp, 2000.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 3. ed. São Paulo: Moraes, 1980.

FREIRE, Paulo; GADOTTI, Moacir; GUIMARÃES, Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. São Paulo: Cortez, 1995.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Simpósio Internacional de Educação e Comunicação - SIMEDUC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.