Olimpíada Filosófica: análise crítica da narrativa de vídeos produzidos por estudantes do ensino médio

José Carlos Fernandes, Juliana Messias Goss

Resumo


A valorização das vivências conduz o aluno ao protagonismo na aprendizagem. O padrão de que o professor fala e o discente apenas escuta costuma ser apontado como um gatilho de afastamento do jovem da escola. Por outro lado, o uso do audiovisual pode ser uma forma de reverter isso. O cinema pode ampliar a função social da escola de produzir cultura. Em Curitiba, a Olimpíada Filosófica promove uma mostra de vídeos de estudantes do ensino médio produzidos nas aulas de Filosofia. A análise crítica da narrativa, proposta por Motta, tende a ser um instrumento para análise dos vídeos, que revelam o refinamento do olhar para diferentes aspectos da realidade.


Palavras-chave


Comunicação; Educação; Audiovisual; Ensino Médio; Filosofia.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Miriam (coord.). Escolas inovadoras: experiências bem-sucedidas em escolas públicas. Brasília: Unesco, Ministério da Educação, 2004.

ALMEIDA, Milton José de. Imagens e sons: a nova cultura oral. São Paulo: Cortez, 2001.

ALVES, Rubem. Filosofia da ciência: Introdução ao Jogo e suas Regras. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

BAUMAN, Zygmunt, MAY, Tim. Aprendendo a pensar com a Sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1990.

CARRANO, Paulo; DAYRELL, Juarez Tarcísio; MAIA, Carla Linhares. Juventude e ensino médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

COSTA, Cristina. Educação, imagem e mídias. São Paulo: Cortez, 2013.

COUTINHO, Clara; LISBOA, Eliana. Sociedade da informação, do conhecimento e da aprendizagem: desafios para educação no século XXI. Revista de Educação, v. 18, n. 1, p. 5-22, 2011.

DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares. Juventude e ensino médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

DUARTE, Rosália. Cinema & Educação. São Paulo: Editora Autêntica, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Educar com a mídia: novos diálogos sobre a educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013

GAIDARGI, Alessandra. Educação para as mídias no ensino médio: Perspectivas para o Século XXI. São Paulo, 2019.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PNAD Contínua 2018: educação avança no país, mas desigualdades raciais e por região persistem. Brasília, 2019. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2019.

INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resultados e resumos Censo Escolar 2019. Brasília, 2019. Disponível em: Acesso em: 4 jan. 2020.

MARTÍN-BARBERO, Jésus. A comunicação na educação. São Paulo: Contexto, 2014.

MOTTA, Luiz Gonzaga. Análise crítica da narrativa. Brasília: Editora UNB, 2013.

NAPOLITANO, Marcos. Como usar o cinema na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2018.

SETTON, Maria da Graça. Mídia e educação. São Paulo: Contexto, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Simpósio Internacional de Educação e Comunicação - SIMEDUC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.