FOOTBALLIDENTITY, TABLOID TYCOON E GLOBAL CONFLICTS: JOGOS PARA O ENSINO DE JORNALISMO

Jean Carlos da Silva Monteiro

Resumo


Este artigo aborda os jogos Footballidentity, Tabloid Tycoon e Global Conflicts: Palestine. O objetivo é investigar as contribuições desses jogos para o ensino de Jornalismo. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, visto que versa sobre o ensino de Jornalismo e os jogos na educação, e exploratória, diante da necessidade de interação com os jogos supracitados, a fim de relatar os seus contributos educacionais. Verificou-se que os jogos podem permitir que os alunos despertem, em si, o caráter curioso para que aprendam construindo, reconheçam suas habilidades e competências jornalísticas ao longo do processo de aprendizagem.


Palavras-chave


Footballidentity; Tabloid Tycoon; Global Conflicts Palestine; Ensino de Jornalismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ACADROLLI, A.; OLIVEIRA, R. Newsgames: um estudo na internet sobre notícias e jogos. Estudos de Jornalismo e Mídia, v. 13, p. 115, 2016.

BATES, B. Game Design: the art & business of creating games. California: Prima Tech, 2001.

BOTTENTUIT JUNIOR, J. O aplicativo Kahoot na educação: verificando os conhecimentos dos alunos em tempo real. In: Maria João Gomes; Antônio José Osório; Antônio Luís Valente. (Org.). Challenges 2017: Aprender nas Nuvens, Learning in the Clouds. 15ed.Braga - Portugal: Universidade do Minho - UMINHO, 2017, v. 10, p. 1587-1602.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Jornalismo. Brasília, DF: Secretaria de Educação Superior /Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior, 2013. Disponível em: . Acesso em: 04 nov. 2020.

CANAVILHAS, J. O ensino do jornalismo em Portugal. [S.l.]: Labcom, 2012. Disponível em: . Acesso em: 04 nov. 2020.

DEDÁ, T.; ANDRADE, P.; BONINI, V. Jogar para apreender: os newsgames como estratégia de aprendizagem. In: 3° Simpósio de Educação e Comunicação: Infoinclusão possibilidades de ensinar e aprender, 2012, Aracaju. Anais 3o Simpósio de Educação e Comunicação, 2012.

FOOTBALLIDENTITY. Become a star. 2020. Disponível em: . Acesso em 25 out. 2020.

FULLERTON, T.; SWAIN, C.; HOFFMAN, S. Game Design Workshop – Designing,

Prototyping and Playtesting Games. San Francisco: CMP Books, 2004.

GLOBAL CONFLICTS. Global Conflicts: Palestine is a serious game. Disponível em: https://www.amazon.co.uk/Serious-Games-Interactive-Global-Conflicts/dp/B00HRHAYP0. Acesso em 1 nov. 2020.

MACHADO, E.; TEIXEIRA, T. (Org.). Ensino de Jornalismo em tempos de convergência. Rio de Janeiro: E-papers, 2010.

MACHADO, E; PALACIOS, M. (Org.). O ensino do jornalismo em redes de alta velocidade: metodologias & softwares. 2. ed. Salvador: EDUFBA, 2015.

MARINHO, S.; MONTEIRO, J. Jogos digitais como recurso didático para potencialização da aprendizagem. In: I Simpósio Internacional e IV Nacional de Tecnologias Digitais na Educação, 2019, São Luís. Anais do I Simpósio Internacional e IV Nacional de Tecnologias Digitais na Educação. São Luís: EDUFMA, 2019. p. 4051-4064.

MATTAR, J. Games em educação: como os nativos digitais aprendem. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2016.

MONTEIRO, J. et al. Sociedade da aprendizagem: da ubiquidade aos novos paradigmas do app-learning. Revista Tecnologias na Educação, v. 27, p. 1-13, 2018.

MONTEIRO, J. Narrativas Hipertextuais na Educação Superior: uma proposta didática para o ensino de Jornalismo Multimídia. 2019. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) – Universidade Federal do Maranhão, Brasil.

MORAN, J. et al. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 8. ed. Campinas: Papirus, 2013.

PEREIRA, A.; ROSÁRIO, I.; MONTEIRO, J. Jogos jornalísticos: os newsgames no processo de aprendizagem. Temática - Revista eletrônica de publicação mensal, v. 15, p. 280-293, 2019.

PINHEIRO, C.; BRANCO, M. Uma tipologia dos games. UNIRevista, vol. 1, nº 3, 2006.

PRENSKY, M. Aprendizagem baseada em jogos digitais. São Paulo: Senac, 2019. 575 p.

PRIMO, A. Mapeamento 2: do ensino de jornalismo digital no Brasil em 2010. São Paulo: Itaú Cultural, 2010.

SATO, A.; CARDOSO, M. Além do gênero: uma possibilidade para a classificação de jogos. Artigo. SBGames 2008.

SAVI, R.; ULBRICHT, V. Jogos Digitais Educacionais: Benefícios e Desafios. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 6, p. 1-10, 2018.

TABLOID TYCOON. It's amazing what they'll believe. 2020. Disponível em: . Acesso em 31 out. 2020.

UNESCO. Model Curricula for Journalism Education. Paris: UNESCO, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Simpósio Internacional de Educação e Comunicação - SIMEDUC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.