USO PEDAGÓGICO DE VÍDEOS PRODUZIDOS POR YOUTUBERS MATEMÁTICOS

Alexandra Carmo Caceres Ianelli, Ricardo Scucuglia Rodrigues da Silva

Resumo


O artigo discute aspectos de um estudo realizados em sala de aula de matemática utilizando o recurso de videoaulas como uma possível estratégia pedagógica na Educação Básica. As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) estão presentes no cotidiano dos estudantes e a inserção das tecnologias na sala de aula é necessária para que os alunos encontrem significados no seu aprendizado. Com o advento da internet rápida é comum termos alunos inseridos nas redes sociais usando aplicativos de comunicação e interação, além de diversos vídeos acessíveis nas plataformas existentes na rede. Foi pensando nesse contexto que foi utilizado vídeos do You Tube com conteúdos matemáticos na sala de aula como alternativa didático-pedagógica. A abordagem metodológica é de natureza exploratória e qualitativa. Os resultados sugerem um engajamento e mudança de atitudes pedagógicas em sala de aula, além de aprimorar aspectos comunicacionais da interação professor-aluno. Este estudo deu origem a uma pesquisa que visa compreender a imagem pública da matemática em vídeos produzidos por licenciandos em matemática


Palavras-chave


Ensino de Matemática; Vídeos Matemáticos; Youtubers

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, L.F.S. Jovens Youtubers: Processos de Autoria e Aprendizagens Contemporâneas. Dissertação de Mestrado, Rio de Janeiro,RJ, 2014.

BORBA, M. C.; SCUCUGLIA, R.; GADANIDIS, G. Fases das tecnologias digitais em Educação Matemática: sala de aula e internet em movimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular.. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 17/12/2020.

CARVALHO, F.C.A; IVANOFF, G.B. Tecnologias que educam: Ensinar e aprender com as tecnologias de informação e comunicação. Pearson Prentice Hall. São Paulo, 2010

CERIGATTO, M. P.; MACHADO, V. G. Tecnologias Digitais na Prática Pedagógica. - ABDR - Porto Alegre, SAGAH, 2018

DOMINGUES, N. S.; BORBA, M. C.. Compreendendo o I Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática. Rev. Educ. Matem. v. 15, n. 18, p. 47-68, 2018. doi: https://doi.org/10.25090/ remat25269062v15n182018p47a68

GREGORUTTI, G.S. Performance Matemática Digital e Imagem Pública da Matemática: Viagem Poética na Formação Inicial de Professores. Dissertação de Mestrado. Rio Claro, SP, 2016.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. População Bady Bassitt, SP. Disponível em Acesso em 13 jan. 2021.

JUNGLES, D.L.V; GATTI, A. Estado da Arte dobre o YouTube na Educação. Revista Informação em Cultura. V.1, n.2. jul./dez. 2019. Disponível em< https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/ric/article/view/8564/10144>. Acesso em: 17 dez. 2020.

KENSKI, V, M. Aprendizagem Mediada pela Tecnologia. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n.10, p.47-56, set./dez. 2003 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Paraná, Brasil.

LÉVY, P. Cibercultura. 3ª Edição. São Paulo:Editora 34, 1999.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M. (org.). Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000.

MORAN, J. M. O Vídeo na Sala de Aula. Comunicação e Educação, São Paulo, v. 2, p. 27–35, 1995

MORAN, J.M., MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. São Paulo: Papirus: 2000

MORAN, J. M. A Educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. Editora Papirus, 2ª edição. Campinas, SP. 2007

NOGUEIRA, C. M. I.; PAVANELLO, R. M.; OLIVEIRA, L. A. Uma experiência de formação continuada de professores licenciados sobre a matemática dos anos iniciais do ensino fundamental. In: BRANDT, C. F.; MORETTI, M. T. (Org.). Ensinar e aprender matemática: possibilidades para a prática educativa. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016. p. 15-38.

OECHSLER, V. Comunicação Multimodal: produção de vídeos em aulas de Matemática. 2018. 311 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2018.

OECHSLER, V.; FONTES, B. C.; BORBA, M. C. Etapas da produção de vídeos por alunos da educação básica: uma experiência na aula de matemática. Revista Brasileira de Educação Básica, v. 2, n. 1, p. 71–80, 2017.

PAIS, L.C. Didática da Matemática: Uma influência francesa. 3ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

SCUCUGLIA, R. R. S. Narrativas Multimodais: a imagem dos matemáticos em performances matemáticas digitais. Bolema: Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 950-973, ago. 2014.

SILVA, R. S. R. da. Narrativas Multimodais: a imagem dos matemáticos em performances matemáticas digitais. Bolema [online]. 2014, vol.28, n.49, pp.950-973. ISSN 1980-4415. Disponível em< http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v28n49a25>. Acesso em 17 dez. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Simpósio Internacional de Educação e Comunicação - SIMEDUC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.