NOTIFICAÇÃO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, SEXUAL E OUTRAS VIOLÊNCIAS EM SERGIPE, ENTRE 2009 A 2014

Wiltar Teles Santos Marques

Resumo


A violência, seja ela qual for, não escolhe classe social, raça/cor da pele ou contexto geográfico, infelizmente ela permeia a todos dentro da sociedade, em especial às mulheres. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar a tendência temporal das taxas de notificações da violência, sexual e/ou outras violências no estado de Sergipe, segundo sexo, entre 2009 a 2014. Trata-se de um estudo de natureza quantitativa e descritiva com base em dados do SINAN. A taxa de notificação na população feminina variou de 10,3 notificações para cada 100 mil mulheres em 2009 para 54,8 em 2014, com tendência crescente, apresentando pior resultado quando comparado com a população masculina. Nesse sentido, faz-se necessário uma rede assistencial que garanta a prevenção à violência, a adequada punição do perpetrador, além da proteção e da garantia do direito a essas mulheres que se encontram “aprisionadas”.


Palavras-chave


Agressão; mulher; empoderamento; delitos sexuais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.