PERFIL DE INTERNAMENTO EM ARACAJU-SE NO ANO DE 2015 A 2017, POR ACIDENTES DE TRANSPORTE.

Marcos Rodrigues Santos, Felipe Souza Nery

Resumo


Os acidentes com transportes são responsáveis pela morte de 1,25 milhão de pessoas no mundo tendo este dado estabilizado a partir de 2007. O impacto dos acidentes na população e no governo é alarmante causando alterações físicas, motoras e socioeconômicas. O objetivo deste estudo é identificar o perfil dos pacientes que foram internados decorrentes de acidentes de trânsito em Aracaju entre 2015 a 2017. Trata-se de um estudo quantitativo e descritivo, com base em dados levantados no DataSUS. Dentre os achados encontrados, a quantidades de internação segundo faixa etária foram mais relevantes no período de 20 a 29 anos, atingindo na maioria a população masculina e uma grande subnotificação na categoria raça/cor. Contudo, com a identificação dos grupos de risco deve-se atentar a uma melhor implantação de medidas preventivas e uma melhor aplicabilidade da legislação sob o trânsito, de modo que evite um aumento progressivo dos índices.

 


Palavras-chave


Hospitalização. Acidentes de Transporte. Causas externas.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Silvânia Suely Caribé de Araújo; JORGE, Maria Helena Prado de Mello. Internações hospitalares por lesões decorrentes de acidente de transporte terrestre no Brasil, 2013: permanência e gastos. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 26, n. 1, p. 31-38, 2017.

ARAÚJO ANDRADEI, Silvânia Suely Caribé; DE MELLO-JORGEII, Maria Helena Prado. Mortalidade e anos potenciais de vida perdidos por acidentes de transporte no Brasil, 2013. Revista Saúde Pública, v. 50, p. 59, 2016.

D'AVILA, Sergio et al. Caracterização de vítimas de agressão e de acidentes de transporte atendidas no Instituto de Medicina e Odontologia Forense-Campina Grande, Paraíba, Brasil-2010. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, n. 3, 2015.

GORIOS, Carlos et al. Acidentes de transporte de crianças e adolescentes em serviço de emergência de hospital de ensino, Zona Sul da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Ortopedia, v. 49, n. 4, p. 391-395, 2014.

LADEIRA, Roberto Marini et al. Acidentes de transporte terrestre: estudo Carga Global de Doenças, Brasil e unidades federadas, 1990 e 2015. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 20, p. 157-170, 2017.

Organização Mundial de Saúde. Global status report on road safety 2015. Geneva: World Health Organization; 2015. Disponível em: . (Acessado em 06 de abril de 2018).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.