PERFIL ETÁRIO POR SEXO E A RAÇACOR DA POPULAÇÃO PRIVADA DE LIBERDADE EM SERGIPE

Autores

  • Marcela de Souza Santos Universidade Tiradentes

Palavras-chave:

Prisão. Jovem. Risco. Vulnerabilidade.

Resumo

No Brasil, pessoas privadas de liberdade são àquelas, maiores de 18 anos, que se encontram encarceradas em um sistema prisional. O objetivo deste estudo é avaliar o perfil de presos em Sergipe, no ano de 2016. Trata-se de um estudo quantitativo e descritivo com base nos dados secundários disponibilizados pelo Departamento Penitenciário Nacional, através do INFOPEN. Foram observados 4.465 presos, representados, quase que na totalidade, por homens (92,5%), jovens (com idade inferior a 30 anos) e de raça/cor parda (2.935 presos). No ano de 2016, notou-se maior frequência de homens privados de liberdade quando comparado com as mulheres, evidenciando disparidades importantes que podem ser reflexo da vulnerabilidade do homem no acesso às oportunidades e bens de consumo na sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-01-07

Como Citar

Santos, M. de S. (2019). PERFIL ETÁRIO POR SEXO E A RAÇACOR DA POPULAÇÃO PRIVADA DE LIBERDADE EM SERGIPE. 2° Congresso Nacional De Enfermagem - CONENF, 1(1). Recuperado de https://eventos.set.edu.br/conenf/article/view/9451

Edição

Seção

Linha Gerencial