ATENDIMENTO NAS URGÊNCIAS: CAUSAS EXTERNAS COMO FATOR DE INTERNAÇÃO EM SERGIPE, 2017

Autores

  • Jefferson Felipe Calazans Batista
  • José Hunaldo de Oliveira Júnior Universidade Tiradentes
  • Larissa Cristina Araújo Sacramento
  • Maria Raykielle de Sá Cardoso
  • Fernanda Dantas Barros

Palavras-chave:

Hospitalização, Emergências, Morbidade, . Causas externas.

Resumo

INTRODUÇÃO: A hospitalização por causas externas demonstra-se atualmente como um grande problema de saúde pública, principalmente por gerar invalidez temporária ou permanente do indivíduo, ou até mesmo o óbito. Dentre as causas podemos incluir os acidentes automobilísticos, afogamentos, quedas, queimaduras e violência. Tal estudo tem como objetivo identificar, quantificar e analisar as taxas de atendimento nas urgências em Sergipe por causas externas. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo ecológico de caráter quantitativo descritivo, construído a partir de dados provenientes do DataSUS. RESULTADOS: As causas externas representam uma parte significativa das internações de urgência. Dentre os grupos de causas externas, a de maior representatividade estatística são as quedas, responsáveis por mais de 90% dos casos. CONCLUSÃO: As causas externas representam o segundo maior número de internações de urgências, sendo esse tipo de levantamento, imprescindível na promoção e prevenção de tais eventos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Hunaldo de Oliveira Júnior, Universidade Tiradentes

Enfermagem - Saúde

Downloads

Publicado

2019-01-07

Como Citar

Calazans Batista, J. F., de Oliveira Júnior, J. H., Araújo Sacramento, L. C., de Sá Cardoso, M. R., & Barros, F. D. (2019). ATENDIMENTO NAS URGÊNCIAS: CAUSAS EXTERNAS COMO FATOR DE INTERNAÇÃO EM SERGIPE, 2017. 2° Congresso Nacional De Enfermagem - CONENF, 1(1). Recuperado de https://eventos.set.edu.br/conenf/article/view/9444

Edição

Seção

Linha Saúde Coletiva